Bom humor é um dos melhores recursos para aproveitar a vida

Image: internet

Image: internet

Pare e pense se rir é algo que faz parte de seu cotidiano. Você riu duas vezes hoje? Apenas uma vez? Nenhuma? Se não mudar de atitude e aprender a levar a vida de outro modo, é pouco provável que seja feliz. Para aproveitar cada momento, combater o estresse e superar os problemas é indispensável desenvolver o senso de humor, o mais barato remédio natural.

Você sabia que um minuto de riso equivale a 45 minutos de relaxamento, ou que um antigo provérbio chinês afirma que, para ser saudável, é preciso rir pelo menos 30 vezes ao dia?

O bom humor é um dos melhores e mais acessíveis recursos para aproveitar a vida, mesmo diante de ventos contrários.

Alguns conselhos dos psicólogos podem ajudá-lo nessa tarefa saudável de rir mais e melhor.

Gargalhadas contra temores

O humor é uma excelente estratégia para desativar os medos irracionais, como os temores de não corresponder às expectativas, de fracassar, de que as coisas não vão bem, de que outros não compartilhem nossa opinião, de não ser amado, de assumir a responsabilidade por nós mesmos ou de admitir as próprias fraquezas.

Vá para um lugar onde não o incomodem, deite de barriga para cima confortavelmente e, mantendo uma respiração lenta, tencione os músculos da face: faça todos os trejeitos que souber ou puder, como inflar as bochechas, arquear as sobrancelhas, apertar os dentes, mexer o nariz.

Depois, relaxe e lembre que ninguém está vendo. Você verá como todos os músculos do corpo ficam mais leves e terá dado um grande passo para rir de si mesmo.

Aprenda a relativizar os inconvenientes

Os fatos sempre podem ser avaliados de vários ângulos. Você deve buscar novas formas de interpretá-los e encontrar o lado positivo”.

Use a ironia a seu favor, pense que nada é absoluto e adote um estilo mental mais flexível e tolerante. Se tiver que deixar o carro durante muito tempo na oficina, lembre-se de que isso lhe dará a oportunidade de ler um bom livro ou apreciar a cidade através da janela de um transporte público, evitando o estresse de dirigir.

Além disso, para rir dos problemas diários e evitar que amarguem a vida, o especialista americano Allen Klein e o psicólogo espanhol José Elías, que dão cursos sobre o uso terapêutico do humor, propõem:

Busque apoio para enfrentar algo que parece insuperável: Reúna vários amigos, exponha a eles o problema e peça que lhe proponham soluções ao acaso, com respostas curtas e sem muita reflexão prévia, sem importar se são absurdas ou bobas. Incentive-os a falar suas idéias mais engraçadas.

Descubra seu senso de humor. Você não é uma pessoa para sempre séria ou engraçada. Assim como qualquer outra capacidade, a visão humorística pode ser desenvolvida. Muitas vezes não conta ou se lembra das piadas porque não dá interesse a elas, não sente afinidade, não confia em sua habilidade ou se conformou de que não lembra. Se mudar de atitude, lembrará.

Ria de si mesmo, não tema o ridículo, cultive o absurdo, procure o bom na adversidade, desdramatize seus medos e idéias irracionais, brinque com a imaginação, cometa alguma loucura de vez em quando, descubra sua faceta cômica, tenha bom humor e não exagere na importância das coisas.

Esses são alguns dos ingredientes desse delicioso prato, diante do qual todos ficam com “água na boca” e com o qual gostaríamos de nos deliciar eternamente: a felicidade.

 

Fonte: http://guiame.com.br/gospel/familia/bom-humor-e-um-dos-melhores-recursos-para-aproveitar-a-vida.html